Notícias Pet

Pets podem ser vegetarianos?

By  | 

Com o aumento do número de pessoas vegetarianas no Brasil – pesquisa recente do Ibope Inteligência mostra que 14% da população se declara assim –, é cada vez mais comum também que esses tutores queiram que seus pets sigam o mesmo estilo de alimentação. Mas na hora da transição, surgem muitas dúvidas. Por isso, o site Meu Primeiro Pet ouviu o veterinário e nutricionista Luís Fernando Moraes, consultor técnico de produtos nutracêuticos e nutrição funcional, de Vitória (ES). Segundo Moraes, cães podem, sim, ser vegetarianos, desde que sejam avaliados os níveis de aminoácidos da dieta – caseira ou não.

“O consumo de proteínas vegetais pode resultar na carência de alguns aminoácidos essenciais, que precisam ser repostos na alimentação. Portanto, esses animais podem ser vegetarianos, mas a adequação nutricional deve ser feita por um profissional capacitado”, afirma. Moraes explica que na dieta caseira vegetariana os teores de carboidratos ficam um pouco elevados. Dessa forma, ele costuma indicar a ingestão de ovo, considerado um superalimento, para equilibrar o cardápio.

Ele alerta ainda que os legumes devem ser sempre cozidos para inativar alguns compostos tóxicos, processo que ocorre durante o cozimento. Frutas podem e devem compor a dieta, mas como algumas são ricas em carboidratos podem causar um aumento nas calorias do cardápio. “Vale lembrar que a adição de frutas e elementos funcionais deve ser sempre realizada por um profissional que seja veterinário e tenha estudado nutrição”, completa.

Com relação aos gatos, esses animais apresentam ainda mais restrições com relação à alimentação vegetariana, pois para eles a presença de taurina – um aminoácido presente na maioria dos tecidos animais e, sobretudo, nos músculos – é essencial. Neles, esse elemento tem a função de preservar a visão, a reprodução e combater os radicais livres e o processo de envelhecimento. “É essencial que a dieta caseira, caso o tutor opte por esse tipo de alimentação, contenha todos os nutrientes essenciais para a saúde do animal e que seja balanceada de forma individualizada”, afirma. Saiba também que, caso opte por uma mudança na dieta do seu amigão, mesmo com acompanhamento veterinário, será necessário fazer alguns exames regulares de sangue, por exemplo, para saber se está tudo bem com a saúde deles.

Comente

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>