Notícias Pet

Parques para pets: aqui, o espaço é deles!

By  | 

É cada vez mais comum a criação, em parques públicos espalhados pelas cidades, de locais específicos para os frequentadores soltarem seus cães para brincar. Conhecidos como cachorródromos, esses espaços em geral são cercados. Em São Paulo, pelo menos cinco parques têm espaço exclusivo para pets. São eles: o Parque Buenos Aires, em Higienópolis; o da Juventude, no Carandiru; o Ibirapuera, na Vila Mariana; o Villa-Lobos, em Pinheiros; e o Ceret, no Tatuapé. Veja como localizar outros e que cuidados tomar para deixar seu animal brincar livre, leve e solto, mas sem riscos e com total segurança.

  1. Pesquise junto a guias pet friendly, sites da prefeitura da sua cidade ou no site de grandes parques se possuem espaço próprio para os animais.
  2. Antes de levar seu amiguinho para passear em um desses parques, visite o local e verifique as condições para não ter surpresas. É que, muitas vezes, os cachorródromos não são seguros, pois não são cercados ou não estão em boas condições de conservação.
  3. Ao visitar o espaço, verifique também se há áreas diferenciadas para cães de grande e pequeno portes. É que algumas raças, mesmo dóceis, são muito grandes e fortes. Assim, com um simples empurrão durante uma brincadeira podem machucar um animal menor.
  4. Fique atento às raças consideradas menos sociáveis, que devem andar com focinheira e guia (há leis estaduais para isso). Para evitar acidentes, não deixe seu cão brincando perto de animais com esse perfil.

Lembre-se de que é importante não delegar o cuidado com o seu cão a outras pessoas. Fique sempre de olho no seu pet, pois ele é sua responsabilidade.

Comente

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>