Notícias Pet

Como identificar problemas cardíacos no seu pet

By  | 

Muitos não sabem, mas cães e gatos também sofrem de doenças do coração com a idade. Mas como nos humanos há sempre os primeiros sinais, como cansaço, para detectar a doença logo no início.

Veja as oito dicas da veterinária da rede Petz, Michelle Caroline Claviço, para detectar as doenças do coração:

  • Intolerância aos exercícios
  • Tosse
  • Cansaço fácil
  • Apatia
  • Prostração
  • Não ficam confortáveis em algumas posições
  • Cianose (coloração arroxeada da língua)
  • Desmaios

Com o avanço da idade, esse tipo de complicação costuma aumentar. “Por isso, é preciso ficar atento aos primeiros sinais, como tosse e cansaço, para começar o tratamento e evitar o agravamento das doenças”, alerta a Dra. Michelle. Segundo ela, a cardiopatia mais comum em cães é a endocardiose, que acomete a válvula mitral e aparece com a idade avançada. Esse tipo de doença afeta principalmente os cães de porte pequeno, como poodle, teckel e cavalier. Já raças como cocker, boxer e terra nova são mais propensas à cardiomiopatia dilatada, caracterizada pela dilatação do ventrículo.

Em gatos, a mais comum é a cardiomiopatia hipertrófica, que provoca alteração do ventrículo. Uma outra enfermidade que está voltando a aparecer bastante é a dirofilariose, que conhecemos como “o verme do coração”, e pode ser tratada e prevenida por meio da vermifugação, entre outros procedimentos.

O ideal é combinar um check-up anual com brinquedos que estimulem a atividade física e boa alimentação (super premium) do pet. E – claro! – levar seu bichinho para o veterinário caso perceba algum dos sinais descritos acima. Afinal, estas são doenças podem ser controladas com medicação, retardando sua progressão e trazendo conforto para o animal.

 

 

Comente

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>