Mundo Pet

Porco-espinho traz surpresa a lar adotivo na África

By  | 

Spikey é um porco-espinho que foi criado na Daktari Bush School, local que abriga um orfanato para vida selvagem na África do Sul. Tudo começou quando um plantador de batatas em Hoedspruit pegou o porco-espinho ainda bebê em uma armadilha. O bichinho ia para a plantação se alimentar. Ele então o levou para a Daktari, que também funciona como uma escola para ensinar crianças a cuidar dos animais.

Percebendo que o porco-espinho era muito pequeno para cuidar de si mesmo, os diretores do local, Ian e Michele Merrifield, adotaram o bichinho. “Nós começamos com a mamadeira. Mas não havia muita informação sobre o que ele precisaria, na verdade. Mesmo pesquisando online. Nós demos leite de vaca misturado com gema de ovo e protexin, uma bactéria que eles precisam para ajudar na digestão”, conta Ian. Mais tarde, os pais adotivos adicionaram frutas e vegetais picados à dieta de Spikey.

spk_1

Spikey era alimentado com mamadeira

Não demorou muito para Spikey se tornar o queridinho do local e se acostumar com Ian, Michele e os outros voluntários. E, embora seu corpo fosse quase inteiro recoberto de espinhos, Spikey adora carinho. “Os voluntários poderiam passar a mão na sua barriga, embaixo das patas e atrás das orelhas, que parecem muito com as nossas”, comenta Ian. “Ele provavelmente pularia no colo e dormiria rente ao pescoço da pessoa”, completa.

Passado o tempo, chegou a hora de devolver Spikey para seu habitat. E assim ele passou a seguir seus dias, voltando de vez em quando para visitar o lar adotivo e atrás de comida. “Ele sempre volta. Ainda não sabemos se é por causa de comida ou se ele gosta mesmo da nossa companhia, comenta Michelle. Contudo, em suas últimas visitas, o pequeno porco-espinho surpreendeu a todos a voltar para a Daktari com dois filhotes. Spikey na verdade é ela. Nós achamos que era um macho e ficamos bem surpresos quando ela apareceu com os bebês”, diz Ian Merrifield.

spk_2

A porco-espinho e um dos filhotes de volta ao Daktari

A Daktari Bush School sobrevive unicamente com doações e trabalho voluntário. No site da instituição, você pode conhecer um pouco mais sobre o trabalho deles e fazer doações.

Fonte: The Dodo

1 Comment

  1. Jucieli Meira

    at

    Lindo trabalho !!! Amei a história !

Comente

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>