Eu & Meu Pet

O filhote ficou e a alegria dobrou

By  | 

Alguns tutores de fêmeas acabam optando por manter um ou alguns dos filhotes depois do nascimento. Foi o caso da Patrícia e de sua cachorra, a Cristal. “Ela engravidou duas vezes estando em minha casa. Sempre cachorros lindos e saudáveis. O preto é o Negão, filho da primeira cria e com quem eu convivo até hoje”, comenta.

cristal_e_negao

A Cristal e o Negão, seu filhote

Além de companheiro, o Negão acabou se tornando um elo com a Cristal, que infelizmente não está mais na família. “A Cristal morreu numa terça-feira de Carnaval por picada de abelha. Ela era alérgica e não deu tempo de achar um veterinário”, lembra Patrícia.

Mesmo tendo perdido a mãe, o cachorro ainda tem uma companhia de quatro patas: Kiko, o gato da casa. Segundo a tutora, os dois são inseparáveis. “O Negão está comigo há 6 anos. Muito carinhoso, inclusive com o meu gato, Kiko, é uma relação de muito amor. Um não vive sem o outro”, diz ela.

Comente

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>